No âmbito de uma Candidatura efetuada ao Programa de Cooperação INTERREG V A Espanha/Portugal (POCTEP) 2014-2020, a CIM-AT encontra-se a desenvolver um Projeto designado por TROCO2 – Mercado Transfronteiriço de Intercâmbio de Carbono, em parceria com a Câmara de Comercio de Pontevedra, Vigo e Vilagarcia de Arousa (promotor); a Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega (ADRAT); a Junta da Galiza – Conselheria de Medio Rural, e a Associação Provincial de Empresas de Transportes Públicos de Mercadorias de Pontevedra (ASETRANSPO).

 

Trata-se de um Projeto de cooperação cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), que tem como objetivo geral aumentar a eficiência das florestas do espaço transfronteiriço Galiza Norte de Portugal na mitigação das alterações climáticas, através do desenvolvimento e gestão da sua capacidade de sequestro de CO2, impulsionando uma economia em baixo carbono no setor dos transportes de mercadorias. Para tal, pretende-se:

  • Contribuir para o adequado uso e ordenamento das florestas, implementando uma gestão que obtenha receitas nos mercados de carbono, sob a ideia “uma floresta bem gerida e que produz valor, não arde”.
  • Fomentar a implementação de estratégias de Responsabilidade Social Corporativa (RSC) no setor dos transportes através do cálculo e gestão da sua pegada de carbono.
  • Disponibilizar modelos de desenvolvimento duradouro e compatível com o meio ambiente, através da compensação de CO2.

 

 

 

 

O projeto realizará uma troca real de carbono (compensação) entre sumidouros de carbono certificados e empresas de transporte de mercadorias com pegada de carbono certificadas. Para esse efeito, estão previstas um conjunto de atividades, designadamente, a criação de sumidouro de carbono, a geração e a compensação da pegada de carbono, dentro das quais serão realizadas um conjunto de ações.

 

No âmbito das ações a realizar, a CIM-AT prestará apoio e assistência individualizada aos agentes florestais para certificação dos espaços florestais como sumidouros de carbono e ainda, no âmbito das ações de criação de sumidouro de carbono, promoverá um conjunto de sessões de capacitação/sensibilização para a otimização da gestão florestal e sumidouros de carbono a técnicos/operadores florestais a realizar em setembro e outubro de 2019.

Estas sessões decorrerão nos seis Municípios do Alto Tâmega, designadamente, Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar. Será ainda realizada uma sessão final de encerramento do Projeto TROCO 2, em articulação com a ADRAT, integrando um conjunto de temas relacionados com a gestão e a certificação florestal, as alterações climáticas e os sumidouros de carbono.

 

Mais informações sobre o projeto nos seguintes link’s:

https://cimat.pt/troco-2/

https://troco2.eu/

http://www.poctep.eu/pt-pt/2014-2020/mercado-transfronterizo-de-intercambio-de-carbono

 

Troco2