xantar6

A Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT) marcou presença na 21ª edição do Xantar – Feira Internacional de Turismo Gastronómico, em Ourense (Espanha). Durante os cinco dias do evento, que decorreu entre os dias 5 e 9 de fevereiro, divulgou-se o que de melhor a região do Alto Tâmega tem para oferecer.

 

 

A CIMAT continua a apostar na promoção da região pelas feiras gastronómicas nacionais e internacionais. Desta vez, deslocou-se à vizinha Espanha, mais especificamente a Ourense, onde se puderam degustar alguns dos produtos regionais dos municípios do Alto Tâmega (Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar). Do “Pastel de Chaves” ao “Pastel de Aguiar”, do “Doce de Aguiar” aos “Méis do alto Tâmega”, do “Folar de Valpaços” ao “Bolo Real Barrosão” ou do “Fumeiro do Barroso” aos “Vinhos do Alto Tâmega”, não faltou quem quisesse provar as iguarias da região.

Os cinco dias de feira, na 21ª edição do Xantar, não só permitiram promover os produtos endógenos do Alto Tâmega como também foram o mote para a divulgação dos próximos grandes eventos da região como a “XXII Feira do linho e Festas da Vila”, “Fim de semana Gastronómico de Vila Pouca de Aguiar”, “Feira do Folar de Valpaços”, “Rali do Alto Tâmega”, “Prova Mundial de Rallycross de Montalegre” e “Prova da Rampa Internacional de Boticas”.

O vice-presidente do município de Ribeira de Pena, Luís Ferreira, convidou à visita da “XXII Feira do linho e Festas da Vila” que terá lugar nos dias 31 de julho e 1/2 de agosto.

Chaves, através da presença da vereadora Paula Chaves, promoveu uma degustação do pastel de chaves e de outros produtos do território.

No “Fim de semana Gastronómico de Vila Pouca” o foco estará no cabrito, castanhas e cogumelos da região, será nos dias 30/31 de outubro e 1 de novembro. Para a sua promoção esteve presente a Vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, Ana Rita Dias.

A “Feira do Folar de Valpaços” que será nos dias 3/4 e 5 de abril contou com a presença do vereador da Câmara Municipal de Valpaços, Jorge Pires que constatou o crescimento que a feira teve desde que se deu início à sua promoção, em Espanha.

O “Rali do Alto Tâmega” terá lugar nos dias 4/6 de setembro. O presidente do Município de Chaves e Vice-Presidente da CIMAT, Nuno Vaz, salientou as variadíssimas condições que a região possui para fazer desta prova, o melhor Rali de asfalto do Campeonato de Portugal de Ralis.

David Teixeira, vice-presidente da Câmara Municipal de Montalegre apresentou a “Prova de Mundial de Rallycross de Montalegre” que decorrerá nos dias 2 e 3 de maio. Uma pista para “verdadeiros pilotos” que contará com uma animação constante.

A “Prova da Rampa Internacional de Boticas” terá lugar nos dias 8/9 e 10 de maio. Presente esteve a vereadora da Câmara Municipal de Boticas, Maria do Céu Fernandes, que em modos de convite deixou a sugestão de aproveitarem uma semana da região do barroso, assistirem às duas provas (Montalegre e Boticas) e degustarem o que a região tem de melhor. Destaque ainda para o facto de ser a única prova do desporto automóvel a nível de Montanha, em Portugal, que pontua para o Campeonato da Europa.

Questionado sobre a importância da presença da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega em feiras internacionais, neste caso específico, em Espanha, Nuno Vaz, Vice-presidente da CIMAT constata que “os Espanhóis dão muita importância e valorizam muito a gastronomia, a paisagem, a hotelaria e são, naturalmente, fãs dos vinhos mas também sabemos que são fãs incondicionais do desporto automóvel e portanto o que nós viemos aqui dizer-lhes é que o território do Alto Tâmega tem não só para lhes oferecer aquilo que tradicionalmente vinha a oferecer (…) mas agora também tem um conjunto de ofertas de eventos desportivos”.

Relativamente à promoção conjunta entre os melhores produtos da região e os grandes eventos da mesma, Ramiro Gonçalves, primeiro secretário da CIMAT salienta que “dentro da lógica de plano estratégico do turismo, a promoção conjunta de produtos compostos é isto mesmo: quem vem visitar uma prova motorizada vai, também, querer comer aquilo que a região tem de melhor e vai, também, querer conhecer a região. Portanto, a presença em eventos como este, para nós, é muito relevante porque nos permite chegar a diferentes públicos e, com isso, atrair mais pessoas para o território”.