aquaforum

No passado dia 6 realizou-se o “II Aqua Fórum do Alto Tâmega”, no Vidago Palace Hotel.

Pelo segundo ano consecutivo a água foi potenciada nas suas várias vertentes: turismo, agricultura, termas e energia.

Estiveram presentes várias personalidades que exploraram este recurso enquanto valor distintivo/ identitário, agregador e potenciador de crescimento económico da nossa região: o Alto Tâmega.

Ao longo do dia ficou claro o quão importante é este recuso no Alto Tâmega e como podemos torna-lo aliado no desenvolvimento do território.

Foi pouco depois das 9h30 que se deu início ao fórum que contou com a presença de dois secretários de estado do XXII Governo Português: Prof. Dr. João Sobrinho Teixeira, Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e Profª. Dra. Isabel Ferreira, Secretária de Estado da Valorização do Interior, sendo que ambos tinham estado presentes na edição anterior deste fórum, mostrando disponibilidade para regressar no próximo ano.

A sessão de abertura, contou também, com as intervenções do Presidente da EHATB, EIM, SA. Dr. Orlando Alves, do Presidente do Conselho Intermunicipal da CIMAT, Dr. Nuno Vaz e do Presidente do Instituto Politécnico de Bragança, Prof. Dr. Orlando Rodrigues.

A sessão iniciou-se sob o tema “Principais desafios para o Alto Tâmega” com Prof. Eng. Augusto Medina da SPI e Eng. Luís Braga da Cruz da Forestis.

No painel inerente ao turismo foram explorados os temas “Visão Estratégica do Turismo Porto e Norte“ e ainda “Plano Estratégico de Turismo do Alto Tâmega” apresentados pelo Dr. Luís Pedro Martins, Presidente do Turismo Porto e Norte e Prof. Dr. Ramiro Gonçalves, primeiro secretário executivo da CIMAT, respetivamente, onde foram explanadas as estratégias ao nível do setor de turismo, não só a nível nacional como também ao nível da aposta internacional para o futuro da nossa região.

No que diz respeito à agricultura foi apresentada a “Agenda Agrorural 2030” por parte do Eng. Miguel João de Freitas que referiu que a visão 2030 é fazer a diferença, já no que respeita ao “Impacto das Alterações climáticas no AT”, a comunicação foi efetuada pelo Dr. Ricardo Almendra, encontrando-se em fase de desenvolvimento um estudo, nesse sentido, a apresentar à CIMAT.

Em relação à temática termal, o Prof. Dr. Pedro Cantista, Presidente Associação Internacional Hidrologia Médica, explorou o tema “O futuro das Termas” enquanto a Profª. Dra. Maria José Alves, Diretora Executiva da Aquavalor, versou sobre a “Incorporação de valor no produto termal”, terminando a sua apresentação com uma frase celebre de Fernando Pessoa: “O caminho faz-se caminhando”.

Antes do encerramento, tomou lugar o Painel “Água e Energia” onde o Eng. Paulo Canaveira, da Associação Portuguesa do Ambiente, dissertou sobre o “Roteiro Nacional de Baixo Carbono 2050” e apresentou a estratégia de Longo Prazo para a Neutralidade Carbónica da Economia Portuguesa. Por seu lado o Prof. Dr. José Martins Carvalho prelecionou sobre o “Aproveitamentos Geotérmico no Alto Tâmega”, respondendo, de forma afirmativa, a duas questões fundamentais: será possível desenvolver os recursos geotérmicos de Chaves respeitando a indústria do termalismo e será possível dinamizar a utilização dos recursos geotérmicos no restante território do Alto Tâmega.

Os diversos painéis tiveram a preciosa colaboração e a experiente moderação dos representantes dos Municípios do Alto Tâmega, designadamente, do Presidente da Câmara Municipal de Chaves e anfitrião do evento, Dr. Nuno Vaz, do Presidente da Câmara Municipal de Boticas, Dr. Fernando Queiroga, do vereador da Câmara Municipal de Valpaços, Eng. Jorge Pires, do Presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, Dr. Alberto Machado, do Presidente da Câmara Municipal de Ribeira de Pena, Dr. João Noronha e do Presidente da Câmara Municipal de Montalegre, Dr. Orlando Alves.

No final deste fórum ainda se fizeram ouvir o Prof. Dr. Fernando Freire de Sousa, Presidente da CCDRN e a Dra. Rita Baptista Marques, Secretária de Estado do Turismo, seguindo-se, excecionalmente, um animado debate de ideias.