O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor e a Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira visitaram o AquaValor – Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água, na passada segunda-feira, dia 21 de setembro. Conhecer os 8 novos investigadores e o estado atual das obras que estão a decorrer no edifício, foram o mote para esta visita.

O AquaValor é uma associação privada sem fins lucrativos, que atua, essencialmente, em torno da temática da água, nas suas várias vertentes, enquanto valor distintivo/identitário, agregador e potenciador de crescimento económico na região do Alto Tâmega.

Com o objetivo de se realizar um trabalho de excelência e de referência para o território, foram contratados recursos humanos altamente qualificados – 8 investigadores, que iniciaram funções no presente mês de setembro.

Numa vinda à região, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e a Secretária de Estado da Valorização do Interior fizeram questão de reunir pessoalmente com os investigadores e conhecer o estado atual das obras que estão a decorrer nos laboratórios do edifício.

Para o ministro o projeto tem um papel “visivelmente transformador” e “atrai recursos humanos qualificados” tal como já acontece, atualmente, com a presença dos 8 investigadores, vindos de vários pontos do país, e acredita que a “junção da atividade científica com os recursos endógenos associados à água parecem ser verdadeiramente transformadores e este parece ser um projeto com futuro na região, em Portugal e em associação com outras termas no contexto europeu”.

A complementar esta ideia, Ramiro Gonçalves, diretor executivo do AquaValor acrescentou que o objetivo é que “seja alavancado um conjunto de produtos suportados em águas termais como acontece em outros países da europa, onde as estâncias termais estão muito mais associadas ao produto do que ao serviço, como é o caso de produtos de estética, cosmecêutica e cosmética. A nossa vocação é, portanto, desenvolver produto e investigação para poder transferi-lo para as empresas, quer portuguesas, quer internacionais”.

Durante o encontro, onde esteve presente a secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira e os representantes do AquaValor, Manuel Heitor desafiou os responsáveis e parceiros do Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água, a organizarem, no Alto Tâmega, as jornadas científicas europeias sobre a água, durante a presidência portuguesa da União Europeia (UE).

“Desafiei a equipa a organizar aqui durante a presidência portuguesa [da UE durante o primeiro semestre de 2021] uma reunião europeia com outras águas termais de toda a Europa, para que cada vez mais este projeto possa ser visto”, destacou Manuel Heitor.

Isabel Ferreira –  secretária de Estado da Valorização do Interior, também desafiada a “definir uma data e o conteúdo” para o repto lançado pelo ministro, aceitou o desafio que considera que permitirá “dar mais visibilidade ao projeto” e “reunir especialistas internacionais que percebem da matéria e que podem encontrar aqui pontos de colaboração, o que é muito importante para fazer crescer os projetos e dar-lhes dimensão”.