Na passada sexta-feira, dia 29 de julho, vários membros do Governo visitaram o Laboratório Colaborativo AquaValor, no âmbito do Programa de Valorização do Interior. O feedback não poderia ter sido mais positivo.

A visita a Projetos de Ciência, Tecnologia e Inovação, no âmbito do Programa de Valorização do Interior, foi o que motivou a passagem dos vários membros do Governo pelo Laboratório Colaborativo Aquavalor. A saber:  Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira, representante da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, e a Presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Madalena Alves.

O Presidente do Aquavalor, e presidente da Câmara de Boticas, Fernando Queiroga, fez as honras da casa e aproveitou para recordar uma das maiores conquistas que o projeto proporcionou ao território: trazer o ensino superior público, através de uma parceria com o Instituto Politécnico de Bragança (IPB).

“Em boa hora fizemos esta parceria com o IPB, que acolheu a nossa ideia, que tem colaborado, fazendo com que, em tão pouco tempo, muita coisa tenha crescido imenso”, referiu Fernando Queiroga.

Para apresentar o Projeto e o trabalho que este tem vindo a desenvolver nestes últimos 2 anos de existência, estiveram presentes os Diretores Executivos da estrutura, Ramiro Gonçalves (CIMAT) e Maria José Alves (IPB).

 

 

No final da apresentação foram tecidos vários elogios por parte dos membros do Governo, ao Laboratório Colaborativo, que tal como referido por Ana Abrunhosa é previsível que “leve tempo a produzir resultados”, uma vez que o projeto apenas tem “dois anos e um deles foi de construção, portanto eu não poderia deixar de dar aqui uma palavra de especial agradecimento ao Sr. Presidente da Câmara Municipal de Chaves, ao Presidente AquaValor e à Comunidade Intermunicipal. E dizer que graças a este projeto já temos aqui uma equipa de no mínimo 16 pessoas, parte delas não viviam no território e passaram a viver neste território a partir deste projeto. Isto é o exemplo para nós podermos tirar uma receita do que funciona bem quando queremos pegar num território e transformar esse território.”

No decorrer da sessão foi também revelado que após manifestação de interesse em submeter o Laboratório Colaborativo Aquavalor a Acreditação, a direção recebeu a comunicação de que a auditoria do Instituto Português de Acreditação (IPAC), segundo aplicação da ISO/IEC 17025, se inicia já dia 2 de agosto e se prolonga por cerca de 2 semanas, com 243 parâmetros em avaliação.

Após a visita ao AquaValor, os membros do Governo seguiram para Montalegre, para visitar o projeto Sistema Importante para o Património Agrícola Mundial do Barroso, marcando ainda presença na sessão de encerramento da SusTEC Summer School – Sistemas Naturais do Barroso. Recorde-se que a participação na escola de Verão em Sistemas Naturais do Barroso foi destinada a estudantes do ensino superior, interessados na investigação em áreas de montanha.