covid-19-test

A Unidade de Saúde Pública (USP) do Alto Tâmega e Barroso, em conjunto com a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT), emitiram um comunicado, no âmbito da reabertura das visitas aos lares do Alto Tâmega, com algumas considerações dirigidas tanto a estas entidades, como aos visitantes das mesmas.

 

Na sequência da publicação da informação n.º 011/2020,, emitida pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), relativa à possibilidade de poderem ser retomadas, a partir do dia 18 de maio, as visitas a Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI) e Unidades de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, a USP do Alto Tâmega e Barroso, em conjunto com a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT), emitiram um comunicado o qual se junta em anexo.

Salienta-se deste comunicado, que as visitas a Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI) e Unidades de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados “não têm de ocorrer obrigatoriamente no dia 18 de maio” sendo preferível que estas se retomem apenas quando estiverem reunidas todas as condições de segurança; continuar a privilegiar o contacto telefónico ou via videochamada e, no caso de inevitável deslocação ás Instituições, garantir o agendamento prévio de todas as visitas e, sempre que possível, utilizar uma barreira física transparente entre os visitantes e os residentes e utentes.

No mesmo comunicado a “USP convida os responsáveis das ERPI e UCCI da CIMAT a participarem em sessão de esclarecimento à distância”, com data e hora a comunicar, onde serão abordadas as precauções a ter em conta nas visitas aos residentes e utentes das instituições.

As considerações emanadas neste comunicado não dispensam uma leitura atenta da Informação número 011/2020 da DGS, que pode ser consultada em