A sede da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e Barroso (CIMAT) acolheu, no passado no dia 8 de fevereiro, a reunião de lançamento dos trabalhos do projeto RecolhaBio 2023.

 

A CIMAT, no âmbito do protocolo de colaboração técnica e financeira assinado com o Fundo Ambiental, ficou incumbida de operacionalizar junto dos municípios do Alto Tâmega a implementação do projeto RecolhaBio 2023.

 

Este visa apoiar a implementação de projetos de recolha seletiva de biorresíduos por parte dos municípios no território do Alto Tâmega, dispõe de uma verba de 141.830€ e possui os seguintes objetivos específicos: o financiamento de projetos ou de iniciativas que incidam no aumento da capacidade dos municípios, para assegurar o desvio na origem e a recolha seletiva de resíduos urbanos, com particular ênfase nos biorresíduos; infraestruturação e aquisição de equipamentos associados a esse serviço; viaturas 100% elétricas; e, subsidiariamente, a sensibilização dos utilizadores para melhorar as suas práticas.

 

Na reunião participaram os técnicos que acompanham o projeto e que serão responsáveis pela sua implementação, e esta teve como propósito dar início aos trabalhos, com a identificação das atividades prioritárias que os municípios envolvidos irão dinamizar, permitindo ainda a partilha de dúvidas e de esclarecimentos sobre a implementação do mesmo.