projeto Qualificacao

Programa de apoio ao reforço da competitividade das PME do setor florestal do Alto Tâmega   (SAAC: Qualificação)

 

Designação da Operação:  Programa de apoio ao reforço da competitividade das PME do setor florestal do Alto Tâmega (SAAC: Qualificação)

Código da Operação:  NORTE-02-0853-FEDER-000085

Objetivo Principal: Concessão de apoio à criação e ao alargamento de capacidades avançadas de desenvolvimento de produtos e serviços

Região de Intervenção: NUTS III Alto Tâmega

Entidade beneficiária: CIM-AT: Custo Total Elegível | 358.890,20 euros

AMAT: Custo Total Elegível | 110.626,20 euros

Data de aprovação: 22-07-2016

Data de início: 23-08-2016

Data de conclusão: 22-02-2019 ou 22-08-2018

Custo Total Elegível: 469.516,40 euros

Apoio financeiro da União Europeia: FEDER – 399 088,94 euros

Apoio financeiro público nacional/regional: 70 427,46 euros

 

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:

O projeto tem como objetivo geral a criação de um programa de apoio à melhoria da competitividade das PME do setor florestal do Alto Tâmega, através da implementação de um conjunto de ações que, atuando diretamente junto dos agentes que integram a respetiva fileira, reforçarão a capacidade de criação de valor deste setor, e contribuirão para o aumento da visibilidade e reconhecimento do mesmo e da região, bem como dos respetivos produtos, a nível nacional e internacional.

 

A este objetivo geral correspondem os seguintes objetivos específicos:

  • Suprir as falhas de conhecimento dos agentes relativamente à estrutura e características do setor na região;
  • Dar a conhecer temas essenciais no domínio da qualificação e valorização da sua atividade e do setor, em particular no que se refere à importância da implementação de iniciativas específicas no domínio da certificação da cadeia de responsabilidade e da gestão sustentável da floresta, e respetivos conteúdos fundamentais;
  • Estimular a participação e o envolvimento dos agentes económicos da fileira no reconhecimento conjunto da importância de uma abordagem comum relativamente às questões relacionadas com a qualificação e valorização das atividades e do setor, com a melhoria da competitividade e com o reforço da capacidade de criação de valor;
  • Potenciar a cooperação entre agentes económicos do setor, em especial no que toca ao desenvolvimento de atividades dirigidas à qualificação e valorização do setor;
  • Afirmar a excelência dos produtos (bens e serviços) da fileira da floresta e assegurar o reconhecimento da mesma;
  • Aumentar o potencial de exportação da fileira da floresta na região, através da qualificação e valorização das atividades e dos produtos desenvolvidos.

 

Para a concretização destes objetivos específicos, o projeto propõe um conjunto de ações que visam:

  • A realização de atividades de recolha de informação e de diagnóstico que permitam conhecer e avaliar o perfil produtivo do setor na região e os agentes que integram a respetiva fileira;
  • A identificação de boas práticas do setor, a nível nacional e internacional, em especial no domínio da implementação de processos de certificação da cadeia de responsabilidade e da gestão sustentável da floresta;
  • A identificação de casos de estudo relevantes que constituam exemplos bem-sucedidos de implementação de processos de certificação da cadeia de responsabilidade e da gestão sustentável da floresta;
  • A elaboração de manuais de suporte à implementação dos processos de certificação da cadeia de responsabilidade e da gestão sustentável da floresta, que facilitem a compreensão do tema e deem a conhecer as melhores práticas bem como os casos de sucesso identificados;
  • A organização e realização de atividades de sensibilização e divulgação da importância da certificação da cadeia de responsabilidade e da gestão florestal sustentável;
  • A dinamização de uma Comunidade de Prática dos agentes económicos do setor da floresta na região do Alto Tâmega, mobilizando estes em torno do objetivo comum de qualificação e valorização do setor, potenciando e dando continuidade aos resultados do presente projeto.

 

O projeto é desenvolvido em parceria pela Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIM- AT) e pela Associação de Municípios do Alto Tâmega (AMAT), e os objetivos e ações definidos encontram-se alinhados com a Estratégia de Especialização Inteligente (RIS3) do Norte e com a Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial do Alto Tâmega.

 

barra de apoios feder