projeto empreendedorismo

Programa de atração e fixação de empreendedores no Alto Tâmega (SAAC: Empreendedorismo)

 

Designação da Operação: Programa de atração e fixação de empreendedores no Alto Tâmega (SAAC: Empreendedorismo)

Objetivo Principal: Promoção do Espírito Empresarial facilitando nomeadamente o apoio à exploração de novas ideias e incentivando a criação de novas empresas, inclusive através de incubadoras de empresas

Região de Intervenção: NUTS III Alto Tâmega

Entidade beneficiária: CIM-AT: Custo Total Elegível | 373.471,60 euros

AMAT: Custo Total Elegível | 95.980,90 euros

Data de aprovação: 22-07-2016

Data de início: 01-07-2016

Data de conclusão: 22-02-2019

Apoio financeiro da União Europeia: FEDER – 399.034,63 euros

Apoio financeiro público nacional/regional:  70.417,87 euros

 

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos: 

O projeto, promovido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIM-AT) em parceria com a Associação de Municípios do Alto Tâmega (AMAT), tem como objetivo geral a criação de um programa que permita identificar alunos universitários do Alto Tâmega que se encontrem a estudar noutras regiões do país e atraí-los para esta Região com vista a criarem o seu próprio negócio.

Associado a este objetivo geral encontram-se os seguintes objetivos específicos:

– Captar e fixar no Alto Tâmega capital humano qualificado, com potencial para o desenvolvimento de atividades inovadoras e diferenciadas, geradoras de maior dinamismo económico na região;

– Dar a conhecer as condições favoráveis ao desenvolvimento de atividades empreendedoras no Alto Tâmega;

– Estimular uma cultura empreendedora no Alto Tâmega, enquanto condição fundamental para o aparecimento de atividades inovadoras na região;

– Reforçar o ecossistema de empreendedorismo do Alto Tâmega, disponibilizando um conjunto de estruturas e serviços especializados que respondam às necessidades dos empreendedores da região;

– Promover uma maior cooperação entre as empresas da região (sobretudo entre as recém criadas e as consolidadas);

– Dar maior visibilidade externa ao ecossistema de empreendedorismo do Alto Tâmega.

Para a consecução destes objetivos, o projeto prevê a execução de um conjunto de ações que, na sua globalidade, se encontram orientadas para responder diretamente a dois dos fatores críticos para o desenvolvimento regional do Alto Tâmega: do ponto de vista sociodemográfico, o combate ao envelhecimento demográfico e a captação e fixação de capital humano qualificado na região; do ponto de vista económico, o estímulo ao empreendedorismo e à criação de empresas inovadoras em estreita articulação com as realidades locais, promovendo o autoemprego e a geração de riqueza no Alto Tâmega.

Em concreto, o projeto prevê o desenvolvimento de 7 ações, a saber:

– Ação 1. Mapeamento dos alunos universitários do Alto Tâmega com espírito empreendedor e identificação das instituições de ensino superior que acolhem maior número de alunos desta região;

– Ação 2. Realização de roadshow junto das instituições de ensino superior que acolhem maior número de alunos do Alto Tâmega para apresentação das condições existentes na região para o desenvolvimento de atividades empreendedoras;

– Ação 3. Realização de um concurso para o desenvolvimento de ideias de negócio (preferencialmente nos setores estratégicos da região);

– Ação 4. Criação e capacitação de uma rede regional de apoio ao empreendedorismo (envolvendo os técnicos dos municípios responsáveis por esta área e elementos de outras entidades da região consideradas como relevantes);

– Ação 5. Constituição de uma bolsa de mentores, composta por empresários de sucesso da região que se dedicarão ao acompanhamento dos novos empreendedores;

– Ação 6. Desenvolvimento de materiais de comunicação e realização de ações de divulgação, promovendo o envolvimento dos principais stakeholders da região no projeto;

– Ação 7. Coordenação e monitorização da implementação do projeto com vista a atingir os resultados esperados.

De sinalizar que os objetivos e as ações supramencionados se encontram completamente alinhados com a Estratégia de Especialização Inteligente (RIS3) do Norte e com a Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial do Alto Tâmega.

 

Empreender no Alto Tâmega – Concurso de Ideias

 

 

O Concurso “Empreender no Alto Tâmega” tem como objetivo promover ativamente a conceção e implementação com sucesso de iniciativas empreendedoras no Alto Tâmega, que contribuam para desenvolvimento desta sub-região.

 

O Concurso destina-se a todos os cidadãos, de forma individual ou em grupo, com qualquer nível de qualificação académica, em qualquer situação profissional, que pretendam explorar uma ideia de negócio no Alto Tâmega.

Para concorrer basta preencher a Ficha de Inscrição, onde se deve apresentar de forma resumida a Ideia de negócio

 

Pode fazer o download da ficha de inscrição em: Ficha de Inscrição – Concurso Empreender no Alto Tâmega.

 

O período de receção de candidaturas encerra a 7 de setembro de 2018.

 

Fase Data limite para apresentação de candidatura Data limite para comunicação da decisão Apresentação Final
1.        Apresentação de Ideias de Negócio

7 de setembro de 2018

(23:59 h)

21 de setembro de 2018 A anunciar oportunamente
2.        Apresentação dos Planos de Negócios

27 de outubro de 2018

(23:59 h)

16 de novembro de 2018

 

O Concurso “Empreender no Alto Tâmega” insere-se no “Programa de atração e fixação de empreendedores no Alto Tâmega”, uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIM AT), em parceria com a Associação de Municípios do Alto Tâmega (AMAT), que conta com o apoio do NORTE 2020.

 

Regulamento  disponível em: Regulamento do Concurso 

barra de apoios feder