projeto Impulso Empreendedor

Designação da Operação: Impulso Empreendedor

 

Código da Operação: Norte-08-5266-FSE-000136

Objetivo Principal: Redução e prevenção do abandono escolar precoce e estabelecimento de condições de igualdade no acesso à educação infantil, primária e secundária, incluindo percursos de aprendizagem, formais, não formais e informais, para a reintegração no ensino e formação.

Designação do Plano: Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Alto Tâmega (PIICIE)

Região de Intervenção: NUTS III Alto Tâmega

Entidade beneficiária: CIM-AT

Data de aprovação: 27/12/2017

Data de início: 01/10/2017

Data de conclusão: 01/02/2020

Custo Total Elegível: 45.000,00 euros

Apoio financeiro da União Europeia: FSE – 38.250,00 euros

Apoio financeiro público nacional/regional: 6.750,00 euros

 

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos: 
A promoção do empreendedorismo e a consciencialização para uma cidadania ativa têm sido alvo de atenção da política europeia e portuguesa. Na educação, o Orçamento Participativo e concursos de empreendedorismo nas escolas são exemplos de projetos que têm sido implementados pelo Ministério da Educação e municípios portugueses.
Nos municípios abrangidos pelo Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Alto Tâmega, estas iniciativas de fomento do espírito empreendedor e de consciência cívica ainda não existem.
O projeto propõe-se criar uma plataforma de ensino e estímulo de empreendedorismo e promover um concurso de ideias empreendedoras de âmbito municipal.

Este projeto não visa unicamente o desenvolvimento de um espírito empreendedor orientado para as ideias de negócio, mas também pretende promover o desenvolvimento da criatividade e de competências sociais e cívicas, como a reflexão sobre a melhor solução para um problema da escola, a elaboração de uma resposta inovadora relativamente a uma necessidade identificada da comunidade ou o fomento do espírito crítico sobre a sustentabilidade ambiental.
A forma como este projeto está fundamentado contribui para a criação de ambientes de aprendizagem motivadores e compensadores, contribuindo para a qualidade do sucesso escolar dos alunos envolvidos através de contextos informais de aprendizagem.

 

Principais atividades:

Atividade 1: Criação da Plataforma de Ensino de Empreendedorismo, constituída por recursos didáticos que permitem desenvolver competências empreendedoras e onde os intervenientes podem estudar, fazer testes e trabalhos, explorar temas, comunicar entre si e jogar jogos educacionais que estimulam o empreendedorismo
A plataforma, para além de incluir um manancial de conceitos relacionados com o empreendedorismo, ensinados de forma inovadora, simples e interativa, através de infografias animadas, procura incutir a responsabilidade e gestão de tempo do próprio aluno em função dos seus objetivos.
O ensino de empreendedorismo está dividido em várias unidades (60), com níveis distintos de dificuldade, sendo os alunos avaliados através de uma atividades individuais e de grupo, que promovem o trabalho em equipa e a formulação de espírito crítico. Os conceitos de gestão e as competências transversais associadas a esta plataforma procuram contribuir para o aumento da taxa de sucesso de empregabiliade e diminuir a taxa de mortalidade de futuras empresas recém-criadas.

Atividade 2: Dinamização de um Concurso de ideias empreendedoras que visa estimular o empreendedorismo e a cultura empreendedora nas escolas/ agrupamentos de escola dos municípios
Dirigido a jovens que frequentam o 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico e o Ensino Secundário, o Concurso procura estimular os jovens a desenvolverem soluções para necessidades/problemas identificados em diferentes áreas: científica e tecnológica, empresarial, social e ambiental, sendo que cada concurso será adaptado ao concelho em que se realiza.

Atividade 3: Realização de uma Feira de Empreendedorismo que servirá de mostra dos melhores projetos/ideias do Concurso

Atividade 4: Jogo pedagógico de empreendedorismo social
Os jovens do 2.º Ciclo do Ensino Básico terão acesso a um jogo que estimula práticas empreendedoras relativamente ao eficiente uso dos recursos e descarbonicação da economia, em parceria com a associação ambiental Quercus, sensibilizando para a importância da floresta (e sua manutenção e limpeza) e da reciclagem; e, disseminando boas práticas de caráter social já existentes. O jogo, compatível com os sistemas operativos existentes no mercado, contempla desafios com diferentes obstáculos.

 

barra de apoios fse