Este Concurso é uma iniciativa da CIMAT, em parceria com a EHATB – Empreendimentos Hidroelétricos do Alto Tâmega e Barroso, e tem como finalidade promover ativamente a conceção e implementação de iniciativas empreendedoras no Alto Tâmega, que contribuam para o desenvolvimento deste território.

As candidaturas encontram-se a decorrer até ao dia 30 de junho 2021.

Testemunho:

 

Rogério Coelho – participante da 2ª edição do concurso de ideias “Empreender no Alto Tâmega”, com a ideia de negócio vencedora, “Blogs Dashboard.

– O que o levou a candidatar-se à 2ª edição do Concurso de Ideias e em que consistia essa ideia?

O objetivo da candidatura ao Concurso de Ideias 2ª edição – Empreender no Alto Tâmega, teve como principal motivação ser uma rampa de lançamento para planear e validar a nossa ideia de negócio. A nossa meta era estruturar o conceito inicial e moldá-lo para o mercado.
A nossa ideia de negócio tem por nome Blogs Dashboard, é um marketplace online, que visa colocar em contacto influenciadores digitais com marcas e agências de comunicação. O Blogs Dashboard pretende assim ser um facilitador de negócios entre as partes.

 

– Como descreve a experiência?

A experiência não podia ser mais positiva, pois foi uma ajuda para a equipa empreendedora sistematizar a ideia e materializar tudo em um plano de negócios sustentável.

Muitas vezes um empreendedor tem o clique inicial para avançar para a concretização daquilo que lhe parece ser um produto que o mercado deseja. Mas nem sempre é assim, e as ações de capacitação ajudam a questionar tudo na ideia inicial.

Por vezes coisas que parecem evidentes, acabam por cair ao longo da capacitação, e para isso muito ajuda a experiência dos consultores, que trazem consigo um aporte de conhecimento em levar ideias do papel até ao mercado.

 

– Quais as mais valias que salienta desta iniciativa?

Esta iniciativa ajuda as equipas de empreendedores a se comprometerem com a sua ideia de negócio, de forma consistente e ao longo de todas as ações de capacitação. E mais que isso, ajuda a validar a ideia junto de empreendedores que já estão no mercado, aos quais a organização nos dá acesso ao longo das várias sessões de capacitação.

Muitas vezes o empreendedor pensa que tem a melhor ideia do mundo e o choque de realidade que pode acontecer, fazem a ideia amadurecer, acabando por vezes a seguir um rumo bem distinto do esperado inicialmente.

 

– Conquistou o 1º lugar da 2ª Edição do Concurso de Ideias. Conseguiu implementar a sua ideia no mercado? Caso negativo, ainda o pretende realizar e quais os motivos de não ter acontecido antes?

Sim, o Blogs Dashboard saiu do papel para o mercado, neste momento em forma de plataformas implementadas em diversos países, tais como Portugal, Espanha e Brasil, que atravessam uma fase de crescimento das suas comunidades de utilizadores, até atingirem um possível “Breakeven”.

Os modelos de negócio com base em comunidades enfrentam sempre esse impasse, primeiro têm de fazer crescer os seus utilizadores, para apenas depois conseguir monetizar a intermediação. Neste momento o Blogs Dashboard ainda se encontra nesse ponto de aumento da sua comunidade de influenciadores digitais, mas acreditamos que possa chegar no futuro ao ponto de introduzir a monetização nas plataformas. Esse momento será aquele em que os utilizadores marcas e agências de comunicação alcancem um número sustentável.

 

– O que diria aos cidadãos do Alto Tâmega que têm agora oportunidade de se candidatarem à 3ª Edição do Concurso de Ideias?

Se estão naquela fase de ter uma ideia, mas não saber muito bem por onde começar para passar do pensamento para a ação, esta é uma oportunidade única! Irá vos ajudar a estruturar a ideia e a conseguirem construir um bom plano de negócios apto para abordarem um investidor, se e quando for o momento adequado para a vossa ideia.

Por vezes precisamos que nos cobrem e que exijam o nosso comprometimento, é aí que este tipo de iniciativa ajuda, pois, o empreendedor irá sentir que a sua caminhada verdadeiramente começou.