Projeto cofinanciado pela EU

Designação do projeto | Alto Tâmega ArtFest

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000455

Programa Operacional | Programa Operacional Regional do Norte

Eixo prioritário | Qualidade Ambiental

Objetivo temático | Preservar e proteger o ambiente e promover a eficiência energética

Prioridade de Investimento | A conservação, proteção, promoção e o desenvolvimento do património natural e cultural

Região de intervenção | Alto Tâmega

Entidades beneficiárias | CIMAT – Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega

Data de aprovação | 19/03/2020

Data de início | 01/01/2022

Data de conclusão | 31/12/2022

Custo total elegível | 246.861,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia | 191.317,28 EUR

 

 

A qualificação do setor do turismo é uma aposta estratégica da CIMAT como forma de conferir dinamismo ao território, bem como de potenciar o seu desenvolvimento e coesão económica e social, numa perspetiva de valorização e incremento da atividade turística.

Neste campo, o território apresenta um enquadramento privilegiado caracterizado por inúmeras áreas de interesse natural de grande beleza cénica. O panorama turístico é ainda enriquecido pelo património cultural de enorme relevo na região, de que são exemplo monumentos nacionais com grande interesse turístico, os espaços culturais (auditórios, teatros, salas multiusos e outros recintos de espetáculos), museus e espaços museológicos, distribuídos pelos seis concelhos, assim como manifestações culturais diversas como o artesanato, as bandas filarmónicas, o teatro e as tradições etnográficas.

O presente projeto contempla recintos fixos de espetáculo onde se poderão desenvolver espetáculos de dança, música e teatro. Da mesma forma, a presente candidatura prevê a realização de atividades nos museus, na medida em que estes são espaços de grande valor cultural que, no entanto, necessitam de dinamização por forma a incrementar o fluxo de visitantes e a atratividade turística do território.

São objetivos específicos do projeto:

O objetivo geral da presente candidatura consiste na promoção e valorização turística do património cultural do Alto Tâmega, através da ativação e dinamização das infraestruturas culturais numa lógica de capitalização do investimento, sob a égide de uma estratégia integrada de promoção turística e cultural, reforço da notoriedade do território e de captação de novos fluxos turísticos.

Tendo por base o objetivo geral enunciado anteriormente, surgem os seguintes objetivos específicos para o projeto:

– Providenciar uma programação cultural em rede com vista ao aumento dos fluxos turísticos num território de baixa densidade;

– Promover e valorizar o património cultural e identidade do território;

– Captar públicos de âmbito nacional e internacional de forma a aumentar o número de turistas no território;

– Promover a inclusão social através de ações que facilitem o acesso às artes e à cultura; – Valorizar o capital endógeno;

– Reunir condições para a criação de novos produtos turísticos, integrado nos diferentes aspetos culturais e patrimoniais da sub-região do Alto Tâmega;

– Promover e valorizar os equipamentos públicos, tendo em conta as estratégias regionais e nacional para o turismo cultural.

Serão desenvolvidas um conjunto de ações, complementares entre si, designadamente:

– Programa de itinerância cultural no Alto Tâmega (realização de espetáculos culturais na área da música, da dança e do teatro);

– Dia aberto dos Museus do Alto Tâmega (programação intensiva de atividades nos museus e espaços museológicos com vista à valorização, dinamização e ativação turística destes espaços);

– Promoção e divulgação integrada da operação.

 

 

 

 

Cofinanciado por:
barra de apoios feder