educacao como area de atuacao

 

O ajustamento da oferta de qualificações às necessidades da economia e do mercado de trabalho é um objetivo estratégico para o desenvolvimento económico e social do país e que, por essa razão, contribui para a valorização crescente das ofertas de Ensino Profissional, aumentando a motivação dos jovens e potenciando, assim, o seu sucesso educativo.

 

Conscientes desta importância estratégica, a exemplo que se passou nos dois últimos anos e seguindo o Despacho Interno do Senhor Secretário de Estado da Educação relativo às “Orientações para o processo de planeamento e concertação das redes de ofertas profissionalizantes”, a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP, I.P) e a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), irão desenvolver um processo articulado de planeamento e concertação das redes de Cursos de Educação e Formação de Jovens (CEF) do Ensino Básico e de Cursos Profissionais (CP) para o ano letivo de 2018-2019.

 

A CIMAT, através da ANQEP, I.P., aderiu à coordenação, em articulação com a DGEstE, Agrupamentos Escolares da Região do Alto Tâmega e Escola Profissional de Chaves, do processo de planeamento e concertação da rede de ofertas profissionalizantes para jovens – Ano letivo 2018/2019.
A CIMAT pretende ser um agente facilitador, no processo de Planeamento e concertação das redes de ofertas profissionalizantes para o ano letivo 2018-2019, contribuindo para Orientações metodológicas e critérios de ordenamento para os Cursos de Educação e Formação de Jovens e Cursos Profissionais.

 

Mais informação em: